31 de Março de 1821 fim da Inquisição em Portugal

A Inquisição congregação da igreja encarregada de velar pela doutrina relativa à fé e costumes, estabelece-se em Portugal, em 1531, através da bula Cum ad Nihil Magis, no reinado de D. João III. Perseguia todos aqueles que não professavam a fé cristã (hereges) entre eles judeus, ou que tinham hábitos por esta reprovados (feitiçaria, magia, bigamia, etc.). A perseguição dos hereges pela igreja católica remonta aos primeiros imperadores romanos, com a confiscação de bens e a deportação, mas o seu expoente máximo chega mais tarde com a constituição de tribunais e a introdução da tortura e pena de morte. Alguns processos da Inquisição ficaram célebres como o que foi instaurado contra a depois santificada Joana d’ Arc (queimada na fogueira) e a Galileu Galilei, que teve que negar a teoria  heliocêntrica, proposta anos antes por Copérnico para não ser condenado. A Inquisição fazia ainda a censura dos livros, através do Index (lista de livros que não podiam ser lidos por irem contra os princípios da igreja). Em Portugal o primeiro auto de fé foi realizado em 1540, em que hereges foram queimados vivos na fogueira. Contou com quatro tribunais, em Évora, Lisboa, Coimbra e Goa. Foi extinta em Portugal pelas cortes constituintes em 31 de Março de 1821.

 

http://filoumektoub.free.fr/gaibeur/gayculture/histoire/templiers/inquisition

 

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em História. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s